Rio de Janeiro, 22 de Outubro de 2021

Você tem medo de fazer Lipoaspiração ?

Você tem medo de fazer Lipoaspiração ?
Cerca de 400 mil lipoaspirações são realizadas por ano no Brasil. Eventualmente algumas complicações aparecem, e a população fica com receio em se submeter a este procedimento cirúrgico. Contudo, especialistas afirmam que se for encarada como um método cirúrgico comum, não há motivos para preocupação.
 
Segundo a cirurgiã plástica Dra Deusa Pires Rodrigues, membro efetivo da SBCP-Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica-a lipoaspiração é um procedimento cirúrgico como qualquer outro, e por esta razão, exige cuidados aos quais o médico e o paciente devem estar atentos.
 
"O único profissional habilitado a fazer lipoaspiração é o cirurgião plástico, que além de ser treinado em cirurgia geral, possui plena noção da anatomia do corpo humano e bagagem adicional de 3 anos de aprendizado sob a observação de professores", afirma a especialista.
 
O nível de conhecimento em relação à intervenção também é decisivo para a segurança do paciente.
 
"Por se tratar de um procedimento com cortes pequenos, profissionais de outras áreas se aventuram a realizá-lo, o que gera sérios problemas. A falta de noção sobre a espessura do tecido adiposo aumenta o risco de ultrapassar os limites da gordura, podendo atingir tecidos mais profundos", afirma Dra Deusa.
 
Isto acontece porque, devido ao pequeno tamanho das incisões, existe a tendência de se pensar que a lipoaspiração não é uma cirurgia de grande porte.
 
Além de um profissional especializado, o ambiente cirúrgico deve possuir uma estrutura equipada para atender o paciente em eventuais emergências. Para a Dra Deusa, o local da cirurgia deve disponibilizar de um Pronto Socorro e não somente de UTI, como a maioria das pessoas imagina. 
 
"Além disso, não se pode negligenciar os cuidados com a monitoração cardiorrespiratória durante o ato anestésico que é fundamental para evitar complicações", alerta a Dra Deusa.
 
Outra informação a qual cirurgiões e pacientes devem estar atentos, é que conforme uma medida determinada pelo Conselho Federal de Medicina, CFM, a lipoaspiração não é um meio de emagrecimento.
 
A lipo é indicada somente para a gordura que não desaparece após regimes ou exercícios físicos. Ela lembra que inclusive os personnal-trainers se submetem a esta intervenção pela dificuldade de eliminar a gordura localizada.
 
Quando aplicada com todos os cuidados, a lipoaspiração corre os mesmos riscos de qualquer outra intervenção. 
 
"Se feita por um profissional habilitado que respeita as técnicas padronizadas e os limites a serem retirados, além de um ambiente cirúrgico adequado, não há motivos para temer a lipoaspiração", garante a Dra Deusa.
 
O mais importante é que o paciente procure um profissional habilitado para esse procedimento.
 
 
 
DRA DEUSA PIRES RODRIGUES - Especialista em cirurgia Plástica
Membro  Efetivo  da  Sociedade  Brasileira  de  Cirurgia  Plástica 
 

Crédito:Vera Morais

Autor:Dra. Deusa Pires Rodrigues

Fonte:Universo da Mulher