Rio de Janeiro, 28 de Setembro de 2021

Face-Lifting: cirurgia na face e no pescoço resultando numa aparência muito mais jovial

Face-Lifting: cirurgia na face e no pescoço resultando numa aparência muito mais jovial


 
São muitos os fatores que contribuem para o envelhecimento facial. Entre eles encontram-se as características genéticas, o stress, exposição solar (fotoenvelhecimento), dieta inadequada, consumo exagerado de álcool e cigarro.
 

 

Facelift ou ritidoplastia é a cirurgia realizada na face e pescoço, com a finalidade de atenuar os sinais de envelhecimento. Os sinais evidenciam-se através dos sulcos profundos ao redor da boca, flacidez da pele, perda do contorno da mandíbula e do pescoço, excesso de gordura na papada, rugas na testa, lábios e entre as sobrancelhas; pés-de-galinha, excesso de pele e gordura nas pálpebras, queda da porção lateral das sobrancelhas e do canto da boca e pouca projeção dos lábios.

Segundo o cirurgião plástico gaúcho - Presidente da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia- região sul, Alberto Goldman, para operar a face não há uma idade ideal, cada caso deve ter uma avaliação específica. "Uma vez indicada a cirurgia sob o ponto de vista técnico, quanto mais cedo for realizada, melhor a qualidade da pele e, conseqüentemente, sua elasticidade ou retração, trazendo assim, melhores resultados. ", ressalta.

A anestesia, em muitos casos, pode ser local. Após a operação a higiene da face e couro cabeludo ficam, igualmente, facilitados pois os pontos em geral, localizam-se dentro do couro cabeludo (quando necessário), na região anterior à orelha e atrás da mesma, sendo muito pouco perceptíveis. Nas pálpebras superiores, estão localizadas no sulco que formamos ao abrirmos os olhos. Nas inferiores, próximo aos cílios ou mesmo por via interna (dentro do olho). "Dependendo do caso, pode-se optar pela utilização da videocirurgia onde se conta com o auxílio de câmeras de vídeo e instrumental adequado, diminuindo o tamanho das cicatrizes, uma das preocupações da maioria dos pacientes", diz Goldman.

A volta à rotina dá-se em aproximadamente uma semana. O resultado, apesar de poder ser apreciado nos primeiros dias, melhora com o passar das semanas - a face fica mais rejuvenescida, expressiva e alegre, com sulcos menos marcados e contornos mais bem definidos. Os resultados devem ser sempre naturais, não deixando transparecer que a pessoa fez uma cirurgia. A duração dos resultados varia de caso a caso mas não dura para toda a vida.


Jornalista responsável:
Eliana Camejo

Crédito:Fatima Nazareth

Autor:Eliana Camejo

Fonte:Eliana Camejo Comunicação Empresarial