Rio de Janeiro, 21 de Setembro de 2020

Beleza na terceira idade: Peeling, botox e preenchimento

Alcançar a terceira idade é, para muitos, o encerramento de planos e expectativas.
Mas esta visão tem mudado nos últimos anos: nunca se viu tanta participação de idosos em faculdades, debates e atividades de recreação.
 
Isso significa que eles estão redescobrindo valores vividos na juventude, como relacionamentos amorosos, participação na arte e no trabalho e, inclusive, a manutenção da vaidade.
 
Conforme estimativas mundiais, a população com mais de 60 anos deve duplicar em 2025 e a projeção é de que o Brasil tenha 33 milhões de pessoas com esse perfil. Paralelo ao crescente número desta faixa etária, nota-se uma gradativa procura de idosos que desejam cuidar da aparência nas clínicas de beleza.
 
Para a especialista em Medicina Estética, Dra Maria Cristina Belotti, sócia da Corporis Estética Médica, pessoas da terceira idade estão mais conscientes de sua importância e aproveitam essa autonomia para cultivar uma imagem mais preservada de si.
 
“Eles entendem suas limitações e sabem que jamais voltarão a ter um corpo de 20 anos. Mesmo assim, estão dispostos a melhorar o visual. Quando saem das clínicas, noto que a auto-estima se eleva e eles se sentem mais motivados a sair, fazer compras, namorar, e acima de tudo, viver.”, afirma a médica.
 
Tamanha é a gama de recursos contra o envelhecimento do idoso que a valorização do ser humano nunca foi tão importante neste período da vida.
 
A Dra Maria Cristina recomenda que, em conjunto com um tratamento de beleza, o idoso esteja em sintonia com a promoção de sua saúde, elegendo hábitos saudáveis como alimentação balanceada e exercícios moderados.
 
“Esta é uma atitude com enfoque preventivo, e não mais paliativo. Saúde e beleza sempre estiveram interligadas, ainda mais neste período, em que as doenças debilitam o corpo de forma mais severa”, lembra.
 
Tratamentos para o idoso
 
Os maiores desconfortos estéticos na terceira idade estão relacionados à pele do rosto—rugas e flacidez—e gordura corporal.
 
A partir dos 45 anos, homens e mulheres sofrem alterações hormonais, sem falar nos fatores ambientais como exposição ao sol e poluição que colaboram para o envelhecimento da pele.
 
Para atenuar estes sinais, é possível lançar mão do mais moderno tratamento cutâneo: o peeling.
 
“O peeling propicia uma descamação da pele e é indicado para rugas, flacidez, manchas e cicatrizes. Ele estimula a reorganização de fibras de colágeno, induzindo a pele a um aspecto mais firme e saudável”, explica Dra Maria Cristina.
 
O procedimento é simples: depois de limpar a pele, aplica-se o produto por um tempo. Em seguida, coloca-se uma máscara calmante a fim de aliviar sinais de desconforto.
 
O procedimento também reduz rugas ao redor dos lábios e recupera o brilho da pele perdido com a idade, além de amenizar manchas decorrentes do envelhecimento.
 
De acordo com a Dra Maria Cristina, outra técnica para a terceira idade é o preenchimento de rugas e sulcos, feito com botox ou outras substâncias.
 
“A vantagem destes métodos em relação à cirurgia plástica é que eles dispensam ato cirúrgico e anestesia e não deixam hematomas. A única precaução é que se faça um check up médico, para assegurar que o idoso apresenta condições físicas para se submeter aos tratamentos, uma vez que muitos métodos possuem caráter invasivo”, comenta.
 
Resultados moderados
 
Mesmo sabendo dos benefícios que a área oferece, os idosos têm consciência de que não existem milagres, e que a melhora do quadro é mais modesta em relação aos jovens. Ainda assim, o nível de satisfação é grande.
 
São pessoas bem informadas e preocupadas com qualidade de vida.
 
Segundo a médica, quando gostam do ambiente, aproveitam as clínicas não só para fins estéticos, mas para relaxar, fazendo uso de massagens, banhos, sauna, drenagem linfática, etc.
 
Como se vê, o envelhecimento pode ser interpretado de diferentes formas: Como uma conseqüência dos anos que leva à diminuição do potencial humano, ou ao contrário, um instrumento de equilíbrio e discernimento.
 
“A vida é um jogo que nos oferece escolhas diversas. Façamos as nossas”, afirma Maria Cristina.
 
 

 
CORPORIS - ESTÉTICA MÉDICA
Dra. Maria Cristina Belloti – Pós Graduada em Medicina Estética e Especialista da Corporis
R. Oscar Porto, 610 – Paraíso – Fone (11) 3884-8879

Crédito:Fatima Nazareth

Autor:Taís Laporta

Fonte:Vera Morais Ass.Imprensa