Rio de Janeiro, 25 de Setembro de 2020

Varizes

Varizes

Varizes são veias que se dilataram e ficaram tortuosas. Elas podem se apresentar em diversas formas: apenas como minúsculas linhas avermelhadas serpentinosas (telangiectasias), ou mais calibrosas azuladas (varizes de médio calibre) ou ainda com nódulos que saltam o plano da pele (varizes de grosso calibre).

 Normalmente, atinge mais às mulheres, devido a hereditariedade, à influência dos hormônios sexuais femininos e gravidez. Mas os homens também têm o problema, com uma diferença: como não se tratam com freqüência, quando procuram o médico, as varizes estão em grau muito avançado.

Dependendo do tipo de variz, existem formas de tratamento mais adequados; o importante é iniciar o tratamento o mais precoce possível, pois, dependendo do grau de desenvolvimento de suas varizes, poderá ser recomendado de simples aplicações, cirurgias de micro incisões ou até retirada de veia safena. E  quanto mais cedo a pessoa procurar um especialista para se tratar, mais eficaz será o tratamento e os resultados mais satisfatórios.

Hoje, os tratamentos são muito mais eficazes e menos prejudiciais ao paciente. A escleroterapia (aplicação nas varizes de pequeno calibre), por exemplo, já não causa mais aquelas manchas escuras. É importante que o médico responsável pelo tratamento seja um especialista em angiologia para que possa avaliar com maior precisão o grau de insuficiência vascular e dar as corretas orientações, de acordo com as condições clínicas características a cada paciente. O angiologista poderá prescrever medicações, meias elásticas e demais condutas que se fizerem necessárias. O processo de esclerose costuma ser gradual, alguns casos exigem mais de uma aplicação em uma mesma região para se obter o resultado esperado.  Aplicações com Laser são utilizadas em varizes de pequeno calibre.

Já as microcirurgia de varizes (para as varizes de médio calibre) pode ser feita com anestesia local e utilização de agulhas, para a retirada das varizes por minúsculas incisões feitas.

Para preveni-las, o paciente deve atentar para o tipo de variz que possui, (de pequeno, médio ou grosso calibre). Deve cuidar do corpo como um todo. Evitar sobrecargas, portar pesos diariamente, sempre que possível, as mulheres devem usar sapatos mais baixos (os saltos altos são um perigo) e fazer atividades físicas, sempre com um orientação de um profissional. “Recomendo aos meus pacientes fazer exercícios físicos, principalmente caminhada ou corrida. Quanto a musculação, pode ser feita sim, mas de maneira correta. O importante em qualquer exercício é estar atento a respiração”, esclarece o Dr. Roberto Rodolfo Júnior. 

Crédito:Fabiana Gomes

Autor:Fabiana Gomes

Fonte:Universo da Mulher