Rio de Janeiro, 26 de Novembro de 2020

Louro José será eterno

'O Louro José vai ser eterno', diz Ana Maria Braga sobre o legado de Tom Veiga
Em conversa com a repórter Renata Ceribelli, do Fantástico, a apresentadora falou da saudade que sente do amigo e companheiro de trabalho

A morte do ator Tom Veiga, intérprete do personagem Louro José, completou uma semana neste domingo, data em que foi exibida uma entrevista de Ana Maria Braga para a repórter Renata Ceribelli, do Fantástico, programa dominical da Rede Globo. Ela falou sobre a dor da perda prematura e do legado do artista que eternizou um personagem.

“Eu fiquei arrasada com a notícia, não queria acreditar. Essa é a primeira reação que você tem, a negação. Você fala: 'isso não está acontecendo, né? Vai ser tudo bem, ele vai chegar em casa aqui amanhã e a gente vai se encontrar'. Eu rio e choro ao mesmo tempo. Sabe quando você ainda não caiu na real? Vai ser um novo recomeço, eu acho. Tão difícil quanto”, desabafou a apresentadora.

Quando perguntada de onde vinha a sua força por ter apresentado o programa e feito uma homenagem ao Tom no dia seguinte de sua morte, Ana disse que se faz a mesma pergunta.

"Essa pergunta aí que você está dizendo que as pessoas falavam: será que ela vai tá lá, né? Eu no domingo também me fiz essa pergunta várias vezes. E eu fiquei preocupada comigo mesmo. Mas também, o sentimento de respeito pelo meu trabalho, acho, por tudo aquilo que já representou e todos os problemas que eu já passei na minha vida, eu sempre soube que eu tinha essa capacidade de enfrentá-los de verdade. A gente tem que se superar e superar os medos. Eu fiquei arrasada com a notícia. Eu não queria acreditar. Essa é a primeira reação que você tem, é a negação", contou.

Questionada se Louro José permaneceria no ar, feito por outra pessoa, Ana falou que ainda é cedo para responder essa pergunta, pois não depende somente dela, porém foi categórica: “Mas obviamente o Tom é inigualável”.

 

Crédito:Luiz Affonso

Autor:Redação

Fonte:Universo da Mulher