Rio de Janeiro, 25 de Janeiro de 2021

Desidratação causa doenças e pode prejudicar sua auto estima

Os cuidados que a estação exige vão muito além de aplicar filtro solar e ingerir líquidos

O verão é a estação mais alegre e descontraída do ano, mas, para poder aproveitá-la com alegria e bem-estar, é essencial cuidar bem da saúde e evitar os excessos.

Da cabeça aos pés, confira as dicas para se manter saudável durante todo o período - e também por todo o ano:
Água é fundamental

Devido ao calor típico do verão, o corpo perde água com mais facilidade e isso pode acabar prejudicando o funcionamento do organismo, resultando em desidratação. Portanto, indivíduos de todas as idades e em especial os idosos devem consumir ao menos 2 litros de água diariamente - ou água de coco, suco natural e chá gelado.
Proteja a pele

Para se proteger dos raios solares é preciso usar protetor solar com FPS 30, no mínimo. Peles oleosas devem dar preferências às opções em gel ou creme, para evitar o aparecimento de cravos e espinhas. A reaplicação deve ser feita de 3 em 3 horas. Se precisar se expor ao sol, use também chapéu, roupas com fotoproteção e coloque óculos escuros.
Evite o sol forte

É importante evitar a exposição solar durante as horas de maior calor, ou seja, entre 10h e 16h. Neste horário em que os raios solares são mais fortes, além do suor intenso, há um risco maior de queimaduras solares, insolação e desidratação.
Faça atividade física

Para manter o organismo funcionando corretamente e eliminar toxinas, faça exercícios em todas as estações. No verão, pratique uma atividade física logo no início da manhã ou no fim da tarde, preferencialmente em locais com sombra e bem ventilados.
Use roupas leves

O vestuário contribui para a elevação da temperatura corporal. É por isso que roupas de tecidos de fibras naturais, como algodão, linho, seda e crepe, que deixam a pele respirar melhor e controlam a transpiração, são mais adequadas para a estação. Peças frescas, como regatas e saias, e cores claras também ajudam a espantar o calor.

Não fique com a roupa molhada

Principalmente no caso das mulheres, a combinação de umidade persistente e abafamento na região genital favorece a proliferação de micro-organismos que geram infecções como a candidíase. Portanto, nada de passar o dia com o biquíni úmido.
Lave sempre as mãos

Além de ser fundamental para manter o corpo limpo, esse hábito previne doenças como a Covid-19. A lavagem deve ser feita com água e sabão, em todas as áreas, por cerca de 20 segundos. Caso não tenha os materiais à disposição, use o álcool 70%.
Tenha uma alimentação leve

As refeições mais pesadas, como aquelas que incluem alimentos picantes ou embutidos, deixam o organismo mais lento e fazem o estômago trabalhar mais, o que também provoca um aumento na sensação de calor. Pratos leves, como saladas, massas e frutas, são mais bem digeridas nessa época.
Cuidado com a intoxicação alimentar

A intoxicação alimentar é mais comum no verão, já que o calor pode comprometer a conservação dos alimentos e facilitar a proliferação de micro-organismos. Portanto, tenha cuidado na hora de comprar alimentos e beba água apenas de fontes potáveis.
Pegue leve na bebida alcoólica

O consumo de vinhos, cervejas e drinks em geral costuma aumentar no verão, mas é preciso evitar exageros. O excesso de álcool pode complicar a saúde, especialmente quando há pouca água no organismo, deixando-o mais concentrado.
Tenha uma boa noite de sono

É comum ter dificuldade para dormir devido ao calor. De fato, estar em um ambiente com clima agradável traz uma melhora ao sono. Se precisar, invista em ar condicionado ou ventilador, nunca direcionado para a pessoa. A temperatura ideal para o descanso é entre 20°C e 24°C.
Cuide dos olhos

A visão pode ser afetada devido à exposição solar. Por isso, a recomendação é usar óculos de sol em ambientes outdoor. Além disso, é preciso ter cuidado com praia e piscina, pois o cloro e os grãos de sal/areia podem causar irritação ocular.
Evite danos aos cabelos

A combinação de sol, calor, piscina, mar e vento pode danificar as madeixas, deixando-as  ressecadas e quebradiças. Invista na proteção dos fios antes da exposição solar e, posteriormente, na hidratação. Além disso, evite banhos com água muito quente.

Evite o inchaço nos membros inferiores

Quem passa várias horas do dia sentadas pode sofrer com inchaço nas pernas e pés. Portanto, procure realizar pequenas caminhadas dentro de casa ou no trabalho, além de manter a hidratação em dia. A drenagem linfática também vai ajudar a evitar o inchaço.
Não se esqueça dos pés

Com o calor, os pés  transpiram mais, o que pode favorecer, além dos odores desagradáveis, o ressecamento da pele quanto o surgimento de micoses e bolhas. Para evitar, faça a higienização dos pés com água e sabão neutro e enxugue-os bem antes. Evite usar sempre o mesmo calçado e opte por aqueles abertos, como sandálias e rasteirinhas.

 

Crédito:Luiz Affonso

Autor:Julia Ximenes

Fonte:Universo da Mulher