Rio de Janeiro, 04 de Dezembro de 2021

Dieta de desintoxicação para quem exagerou na ceia

As ceias de Natal e Ano Novo são repletas de pratos deliciosos, bebidas alcoólicas e guloseimas, o que pode por em risco qualquer dieta alimentar.
 
Para quem não conseguiu resistir à tentação e acabou extrapolado durante a ceia, a nutricionista clínica Cristiana Mendes Bezerra, recomenda uma dieta de desintoxicação para ser feita no dia seguinte. 
 
 
  • DESJEJUM: 1 copo grande (300ml) de suco de acerola com mamão

  • LANCHE: melancia à vontade

  • ALMOÇO: sopa de legumes liquidificada (pode ser preparada com carne, mas retirada na hora de liquidificá-la) e gelatina de sobremesa

  • LANCHE: melão à vontade

  • JANTAR: repita a sopa e a sobremesa do almoço

  • COLAÇÃO: leite ou iogurte desnatado com mamão

“Não esqueça de beber bastante água e água de coco durante todo o dia. No dia seguinte, volte a sua dieta normalmente e capriche nos exercícios físicos durante toda esta semana”, alerta Cristiana. 


Dicas para não exagerar 

Para não se exceder nas calorias durante as ceias, o ideal é escolher os alimentos com cuidado e fazer algumas trocas. Confira as dicas da nutricionista Cristiana Bezerra para as noites de festa: 

  • Durante o dia, alimente-se normalmente, procurando beber bastante água e chá verde, que desintoxica e é rico em antioxidantes, além de ajudar a emagrecer.

  • Na hora da ceia, prefira o peito de peru sem pele. Para cozinhá-lo, regue-o com vinho, evitando molhos gordurosos ou mel.

  • Troque as frutas secas (com alto teor de açúcar) por frutas frescas para enfeitar e no preparo de farofa e das sobremesas.

  • Como sobremesa, prefira gelatinas ou frutas picadas regadas ao molho de iogurte desnatado batido com morangos e adoçante. Outra sugestão é preparar um mousse de mamão papaia com iogurte, pois o mamão é rico em enzimas digestivas.

  • Para beber, faça um coquetel de abacaxi, hortelã e um pouco de cidra, com bastante gelo picado. O abacaxi tem bromelina, que ajuda na digestão também.

 

 

Crédito:Fatima Nazareth

Autor:Bibiana Riedhorst

Fonte:Estúdio de Comunicação