Rio de Janeiro, 16 de Agosto de 2022

Todas as coisas

Todas as coisas te estão ao alcance das mãos...
 
 
Dentre elas, a felicidade.
 
 
No entanto é preciso que saibas para onde direcioná-las...
 
 
Não basta que simplesmente estendas as mãos no vazio.
 
 
Toda conquista requisita o mínimo de esforço.
 
 
Felicidade é construção cotidiana.
 
 
É indispensável que a edifiques com o concurso de tuas mãos...
 
 
Que a plasmes com o teu toque pessoal...
 
 
Que a materialize à tua volta
com o abençoado movimento dos teus braços.
 
 
Se tudo é possível àquele que crê, mais ainda é àquele que age.
 
 

Crédito:Fatima Nazareth

Autor:Irmão José / Carlos A. Baccelli

Fonte:Ao Alcance das Mãos