Rio de Janeiro, 19 de Maio de 2024

Não fale mal de pessoas ausentes

Boca fechada não expressa a fala e segreda e protege o pensamento.

Tenha o controle da chave.

Não abra-a para deixar sair o que poderá voltar contra você.
 
Seja sábio, discreto, perspicaz.
 
 
Falar mal das pessoas na ausência é o mesmo que apunhalar pelas costas.
Resguarde-se.
 
Depois que é proferida a voz ela não volta mais para dentro da garganta.
Contenha o ímpeto de opinar.
Pense, mas retenha para si mesmo sua opinião.
Deixe surgir o momento adequado para expressá-la.
 
Palavras maldosas são como lavas arremessadas pela boca; onde atingem, destroem.
Fale bem.
 
 
O que existe dentro de uma pessoa pode ser "visto" pelas coisas que ela diz.
Faça da língua boa mensageira!
 
Aqueles que o ouvem saberão do seu íntegro caráter,
 
e que você jamais falará deles quando estiverem ausentes.
 
 

Crédito:Luiz Affonso

Autor:Inácio Dantas

Fonte:Universo da Mulher