Rio de Janeiro, 24 de Maio de 2017

Carboidrato: vilão da dieta?

Na dieta, há sempre o cuidado de inserir itens saudáveis, funcionais e controlar aqueles que não fazem bem para o nosso bem estar, como gorduras e açucares.

Um dos itens mais polêmicos de qualquer dieta é o carboidrato.

Pães, massas, batata, biscoitas e tantas outras delícias estão entre as mais conhecidas fontes de carboidratos e muitas vezes reconhecidos como vilões da boa alimentação.

No entanto, os carboidratos não são sempre o item a ser eliminado da dieta. Ao contrário, são necessários para o bom funcionamento do corpo.

O Movimento Comer Bem é Tudo de Bom esclarece alguns mitos e revela algumas verdades sobre esse tipo de alimento.

·         Os carboidratos, assim como as proteínas e gorduras são os nutrientes responsáveis por fornecer energia a todo o corpo. Mantenha-se bem, não os descarte completamente de sua dieta diária.

·         Comparando a mesma quantidade de carboidrato e de gordura, os carboidratos fornecem metade da energia ao nosso corpo. Ou seja, em números, 1g de carboidrato fornece 4 kcal, enquanto 1g de gordura equivale a 9 kcal.

·         Em termos de energia, carboidratos fornecem a mesma quantidade de calorias que as proteínas.

·         Os carboidratos são a fonte preferencial de energia para o nosso corpo, especialmente para o cérebro. Sem estes nutrientes, nosso corpo tem que se adaptar para suprir a necessidade de energia e acaba desequilibrando seu bom funcionamento. Por isso, dietas da moda com quantidades muito baixas ou ainda zero carboidrato não são boas alternativas para o emagrecimento.

·         Em uma alimentação saudável e equilibrada, ao menos 50% da energia que necessitamos ao longo do dia deve ser proveniente dos carboidratos. Esse valor pode variar de acordo com cada indivíduo, podendo chegar até a 60% ou mais da necessidade energética diária, levando em consideração estrutura corporal, atividade física, etc.

·         Os açúcares presentes nos doces e guloseimas são considerados carboidratos simples, pois apresentam estruturas menos complexas que são metabolizados mais rapidamente em nosso corpo, por isso são capazes de promover picos nos níveis de açúcar no sangue. Atenção!

·         Faça boas escolhas: sempre que possível, prefira as fontes de carboidratos integrais, pois elas contém fibras que contribuem para o bom funcionamento do intestino, promovem a sensação de saciedade e ainda auxiliam no controle dos níveis de açúcar e colesterol no sangue.

·         O que devemos evitar? O consumo excessivo, exagerado, de carboidratos na alimentação diária, especialmente os açucares. Ou seja, inclua os carboidratos na refeição mas de forma moderada e ainda escolha as melhores opções.

·         O carboidrato das frutas se chama frutose. É um tipo de carboidrato saudável, mas ainda sim, é preciso moderação. Mais uma vez o que faz a diferença é o equilíbrio: consuma em média 3 porções de frutas por dia. Lembre-se que o suco natural também conta, então nada de exagerar.

 

 

Crédito:Luiz Affonso

Autor:Redação

Fonte:Universo da Mulher