Rio de Janeiro, 12 de Dezembro de 2019

Dicas saudáveis para comer no café da manhã

Uma fonte de proteína, outra de carboidrato e frutas são ideais para ter uma alimentação balanceada nas primeiras horas do dia

 

(Crédito: divulgação)

Se você gosta muito do café da manhã, sabe que essa refeição pode ser um importante combustível para o dia que vem pela frente, com muitas tarefas, sejam elas domésticas, pessoais ou profissionais. Ter uma alimentação equilibrada e repleta de nutrientes, nesse sentido, é fundamental para garantir energia e qualidade de vida -- e o período da manhã pode ser ideal para aqueles que não podem sair de casa sem se alimentar corretamente.

Por causa do hábito de vida que se desenvolveu sobretudo em centros urbanos no século XXI, muitos indivíduos não se alimentam de forma equilibrada durante o dia e fazem uma refeição pesada no final do dia para compensar. Isso não é adequado e pode fazer com que a pessoa não sinta fome pela manhã. Neste caso, o comportamento deve começar no dia anterior: prefira alimentos leves antes de dormir e alimente-se com regularidade durante o dia.

Aquela cesta de café da manhã farta e com múltiplas possibilidades é extremamente saborosa, mas o recomendado é fazer esse banquete em ocasiões mais especiais, ou seja, não abuse e tenha uma rotina regular de refeições para se manter energizado durante a semana. Um dos principais causadores de fraqueza e falta de ânimo durante o dia pode ser a má alimentação.

Explore as diferentes possibilidades para ter um café da manhã equilibrado e rico em nutrientes. Uma fonte de carboidrato, outra de proteína e uma fruta podem ser o que você precisa para tornar seu dia mais produtivo e o seu organismo eficientemente nutrido. Outra possibilidade para aqueles que não sentem fome assim que acordam é fazer um lanche e levar para o trabalho. Se não for possível comer durante o trajeto, coma no meio da manhã, quando estiver com um pouco mais de fome.

No caso dos carboidratos, algumas opções saudáveis são torradas, granola e tapioca; para as proteínas, é possível optar por alimentos como ovo, queijos e  iogurte; no caso das frutas, há várias opções para aproveitar as vitaminas essenciais para o nosso organismo.

Variar o consumo é uma boa alternativa para sair da mesmice. Se tiver alguma restrição alimentar ou um problema nutricional específico, o indivíduo deve procurar um médico ou um nutricionista. Em geral, o indicado é evitar o consumo excessivo de alimentos ultraprocessados e com alta quantidade de açúcar.

 
Assessoria de Imprensa e Link Building
 

Crédito:Luiz Affonso

Autor:Carolina Glogovchan

Fonte:Carolina Glogovchan