Rio de Janeiro, 07 de Julho de 2020

Especialista ortomolecular orienta na escolha do cosmético ideal

Especialista ortomolecular orienta na escolha do cosmético ideal
Beleza: vale mesmo a pena investir nos cremes?
 
Especialista ortomolecular dá dicas para escolher um bom cosmético

Com tantos cosméticos nas prateleiras fica difícil escolher.
Qual é o melhor creme para evitar os sinais do tempo?
Vale a pena pagar tanto por um pote tão pequeno?
Um creme é realmente eficaz no combate a celulite?
Existem substâncias milagrosas na composição dos produtos de grife?
 
A médica ortomolecular Luciana Granja, que cuida da beleza de muitas estrelas, acredita que o mercado atravessa uma revolução real e inovadora na linha de cosméticos, embora seja importante distingui-los das chamadas "propagandas enganosas"

 _ "O avanço é nítido, as empresas estão realizando pesquisas sérias. Tenho a oportunidade de comprovar isso diariamente no consultório". Luciana explica que o alto preço de um produto também está ligado ao tempo dedicado a uma nova descoberta _ "Muitas vezes são anos a fio gastos em pesquisas para a fabricação de um determinado cosmético. Existe também a questão da grife, que encarece", diz a especialista.

Na hora de escolher, Luciana Granja aconselha optar por produtos de empresas idôneas, de preferência com algum tipo de serviço de atendimento ao cliente explícito no rótulo _ "É importante que o fabricante ou a farmácia de manipulação possam responder prontamente às dúvidas do consumidor". Ela lembra que o resultado de um  tratamento de pele ou cabelo deve levar em consideração também a região em que foi desenvolvido.

 _ "Os cosméticos nacionais foram idealizados para o tipo de clima e de água brasileiros. Esses fatores fazem a diferença. Na França, por exemplo, o clima é mais frio, a água é calcárea e e alimentação é bem diferente. Ou seja, um xampu que deixa o cabelo lindo lá fora não terá o mesmo efeito aqui no Brasil", ensina.

Para Luciana, a visita a um especialista é ideal para quem quer acertar na escolha do cosmético mais adequado _ "Ele vai poder indicar cremes a base de fórmulas manipuladas, elaboradas para o tipo de pele específico. Com cremes e loções personalizados, o profissional torna o tratamento mais eficaz e o custo é mais baixo. Além disso, fatores como a alimentação e o estilo de vida também devem ser levados em consideração", diz.

E a alimentação também é fundamental quando o assunto é celulite _ "Os cremes anti-celulite estão na moda, são muitos lançamentos prometendo reduzir medidas e minimizar os efeitos "casca de laranja" em pouco tempo, mas eles são apenas coadjuvantes de um tratamento que inclui exercícios físicos e, principalmente, uma alimentação equilibrada", conta. Luciana acrescenta que, se usados junto a outros tratamentos estéticos como drenagem linfática, laser e outras novidades, apressam os resultados.
 
 
 

Crédito:Cris Padilha

Autor:Graciette Grace

Fonte:Universo da Mulher