Rio de Janeiro, 17 de Agosto de 2017

Críticas: Ruim com elas, pior sem elas

Críticas: Ruim com elas, pior sem elas
Todos nós, como pessoas ou profissionais, temos muitas qualidades e muitos defeitos, mas o ponto chave do amadurecimento é reconhecer as falhas e investir na melhoria.
 
 
Vamos deixar o lado pessoal de lado para um outro momento e vamos falar do profissional, que é minha ferramenta de trabalho e assunto do qual tenho domínio.
 
 
Quando iniciamos nossa vida profissional, lá traz, bem jovens, começamos cheios de incertezas, sem saber qual caminho seguir, e no decorrer dos anos, dos cargos, chefes e empresas que passamos vamos direcionando a nossa carreira e corrigindo algumas “falhas” em nosso perfil.
 
 
Recebemos feedback de nossos colegas e superiores do que temos de bom e do que seria necessário melhorar, mas infelizmente muitas pessoas não aceitam bem as críticas, apesar delas serem o ponto principal para o desenvolvimento e aperfeiçoamento profissional.
 
 
Quero que cada um de vocês reflita: Como você recebe as críticas? Quanto você se empenha para melhorar? Quanto você busca aperfeiçoar seus métodos e melhorar seu perfil?
 
 
Uma das principais virtudes de um profissional de sucesso é saber ouvir as críticas, aproveitar coisas relevantes e empenhar-se em melhorar, seja de forma técnica ou em questão de postura ou personalidade.
 
 
Reconhecer as falhas e buscar a melhoria é o caminho certo para o sucesso.
 
 
Não espere só que digam o que precisa ser melhorado, pois muitas pessoas não têm como característica dar feedback, portanto você pode não ficar sabendo onde está “errando”.
 
 
Para evitar “danos” quando isso acontece, eu recomendo que o profissional se auto-avalie; busque cursos de aperfeiçoamento; interaja de maneira pessoal ou virtual com colegas da mesma área; pesquise; informe-se.
 
 
No mercado competitivo que temos hoje, os profissionais têm de estar sempre um passo à frente, buscar ter um diferencial, um valor agregado ao perfil e ao curriculum.
 
 
Atentar-se aos perfis das vagas para a sua posição é uma boa dica para buscar estar sempre enquadrado no que o mercado pede, pois nada melhor que estas vagas para descobrir as exigências feitas para ocupar o seu cargo.
 
 
O importante é ter em mente que não somos perfeitos, mas isso não quer dizer que devemos deixar de buscar a perfeição.
 
 
Como eu disse anteriormente, ouvir e aceitar as críticas é excelente, porém não tem valor algum se não houver empenho e dedicação para superar estes limites e chegar o mais perto possível do perfil ideal.
 
 
Visite a coluna de Andréia Guedes acessando aqui
 
 
 

 

Crédito:Andréia Guedes

Autor:Andréia Guedes

Fonte:Universo da Mulher