Rio de Janeiro, 17 de Agosto de 2017

Natal, Reveillon, Férias, Carnaval

“E AGORA, JOSÉ?”

Faustino  Vicente  *

Natal, reveillon,férias,carnaval...“E agora,José?

A festa acabou,a luz apagou,o povo sumiu,a noite esfriou,e agora,José? e agora,...você?(Carlos Drummond de Andrade – 1902-1987).

 O mundo dos negócios tem sido extremamente competente em criar marketing específico para cada um dos meses, cujo objetivo maior é aumentar o lucro das empresas.

Essa estratégia deve beneficiar, também, o aspecto social com geração de mais empregos, aumento da massa salarial, melhor distribuição de renda e, conseqüentemente, a elevação da qualidade de vida da população de baixa renda.

Que a mesa farta de poucos, não represente a falta na mesa de muitos.

Que o mundo sempre melhorou materialmente, é uma constatação óbvia, porém, e o lado familiar, social, espiritual, enfim, como anda o nosso interior?

As descobertas científicas e as inovações tecnológicas levaram o homem às profundezas do oceano, o arremessou ao espaço sideral e o fez pousar na lua,porém ainda foram insuficientes para que o ser humano superasse o seu maior desafio -  melhorar o relacionamento interpessoal e conquistar a tão sonhada Paz mundial.

A ambição desenfreada, a disputada sórdida pelo poder e o domínio de recursos naturais, que o homem recebeu gratuitamente de Deus, mas que insiste em vender por preços, que apenas parte da população mundial tem condições de adquirir, são algumas das causas de insatisfação popular que assolam o planeta,inclusive em países do chamado – primeiro mundo.

Esta constatação deve despertar a nossa percepção para que embora as nossas necessidades básicas sejam as mesmas, são as valores subjacentes que caracterizam a nossa individualidade.

A coexistência harmônica entre o material e o espiritual, entre o racional e o emocional é possível, porém ela somente ocorrerá quando o homem renunciar a obsessão de dominação que comanda a mente de grande parte das lideranças mundiais.

 

Para a classe empresarial eventos como o Natal podem ser estratégicos para introduzirem a leitura da Bíblia (por exemplo) por parte de seus funcionários,onde irão encontrar referências singulares sobre missão, visão, valores e  normas de procedimentos capazes de levar as organizações à excelência de gestão. Noé, Moisés e José,do Egito, são algumas referências bíblicas que abordam aspectos de planejamento estratégico e de execução de planos de ação. A descentralização do poder, o  trabalho em equipe, a comunicação interativa, o reciclagem sistêmica do conhecimento e,até, processos operacionais e administrativos para normalização dos procedimentos, estão contidos nessa livro sagrado.

 

Depois da implementação dos programas de qualidade, normas técnicas internacionais (ISO 9000 e 14000), excelência no atendimento ao cliente e de projetos sociais do Terceiro Setor, é chegada a hora da ousadia - implementar um sistema focado na espiritualidade. Objetivos da empresa e necessidade dos funcionários deverão nortear o estudo desse programa. Convencidos de que somos muito mais ignorantes do que pobres,vemos na educação – “Processo de desenvolvimento da capacidade física,intelectual e moral da criança e do ser humano em geral,visando a sua melhor integração individual e social”– o único caminho sustentável para que possamos viver numa sociedade  mais igualitária economicamente e mais justa socialmente.

 

Aos governantes cabe a  responsabilidade de estabelecer políticas públicas para que esses objetivos sejam atingidos, pois eles representam o maior anseio da população – inclusão social - que deve ser representada por condições dignas – sinônimo de cidadania.

Para nossa reflexão deixamos a célebre frase do pastor e ativista político estadunidense, Martin Luther King (1929-1968): “O que preocupa não é o grito dos violentos,nem o barulho dos corruptos,dos sem-caráter ou dos sem-ética.O que preocupa é o silêncio dos bons.”

 

* Faustino  Vicente  - Consultor de Empresas – e-mail: faustino.vicente@uol.com.br  - tel.(11) 4586.7426 – Jundiaí (Terra da Uva) - SP

Crédito:Cris Padilha

Autor:Faustino Vicente

Fonte:UNIVERSO DA MULHER