Rio de Janeiro, 15 de Dezembro de 2017

Cuidados específicos na terceira idade auxiliam na prevenção de quedas

Atividades físicas e ambientes preparados especificamente para idosos contribuem para a independência, além de diminuírem riscos característicos da idade
 
 
Com o passar dos anos, o corpo humano vai perdendo paulatinamente a mobilidade e os reflexos que caracterizam a idade adulta.
 
O envelhecimento traz consigo uma séria de efeitos nos diferentes sistemas do organismo, que contribuem com a diminuição do desempenho físico e, consequentemente, da coordenação motora.
 
Essa perda pode levar o idoso a sofrer quedas, que podem se agravar com a fragilidade da estrutura óssea, já que não é capaz de suportar fortes impactos.
 
“Qualquer pessoa pode sofrer uma queda. Porém, no caso dos idosos, ela possui um significado muito relevante. Dependendo do caso, pode causar incapacidade temporária e até mesmo levar o indivíduo à morte. Por isso, a prática de exercícios físicos se torna fundamental nesse momento da vida, proporcionando diversos efeitos benéficos, como melhora no equilíbrio e na velocidade para andar”, alerta Dr. Pedro Onófrio, diretor médico do Grupo NotreDame Intermédica.
 
É importante ressaltar que alguns cuidados devem ser tomados para a prática de exercícios, como: realizar qualquer atividade somente quando houver bem-estar físico, usar protetor solar em atividades externas, respeitar os limites pessoais interrompendo a atividade se houver dor ou desconforto, estar sempre hidratado durante e após a atividade física e sempre procurar acompanhamento médico.
 
O programa de medicina preventiva da Intermédica, o QualiVida, disponibiliza aos associados o módulo PAI – Programa de Assistência ao Idoso, especialmente formatado para a terceira idade. A Intermédica realiza uma série de atividades como palestras, campanhas educativas, monitoramento de casos, além de oferecer os cuidados de equipes multidisciplinares especializadas, com atendimentos individuais e acompanhamento de determinados casos graves nas unidades especiais. O resultado é uma melhoria no desempenho das atividades, maior independência e melhor qualidade de vida.
 
Além dos exercícios físicos, alguns cuidados devem ser observados para que facilitem a locomoção de idosos no ambiente doméstico, contribuindo, assim, para que as quedas sejam evitadas e propiciem mais segurança para os idosos.
 
 
Dicas para preparar os ambientes
 
Sala
-Sofás, poltronas e cadeiras devem ser firmes e fortes, ter apoio lateral que permita ao idoso sentar-se e levantar-se com segurança.
-Móveis com bordas arredondadas para não machucar em caso de esbarrões.
-Evitar pisos encerados com carpetes e tapetes soltos.
 
Quarto
-Os objetos de uso pessoal devem estar colocados próximos à pessoa.
-É importante a instalação de uma luminária com extensão do telefone no criado mudo.
-Evitar que as portas e gavetas dos armários estejam muito perto do chão.
-A cama deve ter uma altura suficiente para que o idoso sentado consiga encostar toda a sola do pé no chão.
-As janelas devem abrir para dentro ou terem lâminas de correr. Dessa forma, evita que o idoso se debruce para fechá-la.
 
Banheiro
-Instalar barras de apoio na parede do chuveiro e ao lado do vaso sanitário, evitando que o idoso se apoie em locais impróprios.
-Recomenda-se que o idoso esteja sentado em uma cadeira com apoio lateral ao tomar banho de chuveiro.
 
Cozinha
-Instalar piso cerâmico antiderrapante.
-A bancada da pia deve ter em média 85 cm de altura.
-Gavetas de fácil abertura com travas de segurança. Coloque utensílios e mantimentos em local de fácil alcance e não use escadas ou banquinhos.
-Recomenda-se que o idoso não manuseie panelas e outros utensílios pesados.
 
Dicas gerais
-Instalar corrimão nas escadas, piso antiderrapante e boa iluminação.
-Deixar sempre acesa uma luz no corredor.
-Usar calçados anatômicos e flexíveis feitos de materiais ajustáveis aos pés, com solas mais espessas, que protejam os pés de saliências do solo.
-Não fumar e não consumir bebidas alcoólicas.
-Ingerir quantidade adequada de cálcio, mantendo o equilíbrio alimentar.
-Expor-se ao sol por 15 minutos diários.
-Consultar médicos e dentista periodicamente.
-Imunizar-se corretamente.
-Ter sempre por perto números de serviços de emergência.
 
 
Sobre a Intermédica
Considerada uma das líderes em planos de saúde no País, a Intermédica investe constantemente na formação de pessoal, no aprimoramento dos padrões de atendimento e na busca de soluções completas de saúde para os clientes.
 
A empresa se destaca entre as grandes operadoras do mercado como a que registra o menor índice de reclamações junto à ANS - Agência Nacional de Saúde Suplementar.
 
Para oferecer um atendimento de qualidade aos mais de 2,1 milhões de associados, possui uma ampla rede credenciada de atendimento, além de uma das maiores redes de unidades próprias do País. São 91 centros clínicos, cinco maternidades, nove prontos-socorros e oito hospitais.
 
 

Crédito:

Autor:Italo Genovesi

Fonte:Universo da Mulher