Rio de Janeiro, 23 de Outubro de 2019

Manual ensina técnicas de amamentação para facilitar a vida das mães

Manual ensina técnicas de amamentação para facilitar a vida das mães  

 

As vantagens da amamentação para mãe e filho e o esclarecimento de alguns mitos sobre o aleitamento materno também estão no “Manual de Amamentação” escrito por especialistas.

 

Mais do que lembrar os benefícios do leite materno, é importante falar sobre todos os aspectos da amamentação: desde as vantagens para mãe e bebê até os mitos que cercam o tema.

Por isso, a Support Produtos Nutricionais – uma empresa do Grupo Danone – apóia o lançamento do “Manual de Amamentação”, um guia completo com informações úteis sobre as diversas técnicas de amamentação, do leite materno, suas funções na nutrição infantil e na saúde da mãe.

Com tiragem inicial de 100.000 exemplares, a publicação será distribuída em algumas maternidades e consultórios médicos do país. O “Manual de Amamentação” também está disponível para download gratuito no http://www.babybag.com.br/novo/novidades/index.php 

“O grande diferencial desse manual é que ele foi pensado para esclarecer as principais dúvidas da mulher no pós-parto”, diz Alfredo Elias Gilio, diretor da Divisão de Clínica Pediátrica do Hospital Universitário da USP e um dos autores do manual. O pediatra lembra que é comum as novas mães escutarem muitos conselhos equivocados de parentes e amigas durante a gravidez e o pós-parto. “Normalmente são mitos ou crendices populares, muitas vezes divulgados por mulheres que nunca amamentaram, e isso pode dificultar a vida da mãe”, conta Alfredo.

De acordo com o especialista, um bom exemplo é o mito do “leite fraco”, que é favorecido pelo fato da criança chorar muito nos primeiros dias de vida.

Quando isso acontece, a mãe tende a achar que o bebê não está bem alimentado porque seu leite é fraco e pode acabar seguindo “dicas” para desmamar precocemente o filho.

“Não existe leite fraco e o leite materno é único alimento do qual a criança necessita até os seis meses de idade. Por isso, é essencial que a mãe seja orientada por um pediatra ou profissional da saúde experiente”, explica o especialista. No Brasil, o Ministério da Saúde recomenda que o leite materno seja oferecido como fonte exclusiva de alimentação até o sexto mês de vida, podendo ser mantido até os dois anos de idade ou mais.

Oferecer o peito para o filho é fundamental também para a recuperação da mãe após o parto.

O processo de amamentação acelera o retorno do útero ao seu tamanho normal, ajuda a mulher a eliminar o excesso de peso adquirido na gravidez e pode reduzir o risco de câncer de mama. “Isso sem contar o impacto positivo no aspecto emocional”, reforça Alfredo Elias Gilio.

Você sabe do que é feito o leite materno?

O leite produzido pela mãe é um alimento personalizado para o bebê.

Ele contém todos os nutrientes necessários para o desenvolvimento saudável da criança como gorduras, carboidratos, proteínas, cálcio, fósforo, vitaminas e ferro.

Os anticorpos e outros fatores de proteção como enzimas, gorduras e prebióticos também estão no leite da mãe.

O oligossacarídeo prebiótico – um tipo de carboidrato que não é digerido - é o terceiro maior componente do leite materno. Ele estimula o crescimento de bactérias benéficas no intestino, como as bifidobactérias e os lactobacilos que fortalecem o sistema imunológico dos bebês.

Composição do leite materno:

 

Carboidratos (35 a 44%)

Fonte de energia.  Os mais importantes são a lactose e os oligossacarídeos prebióticos. 

 Gorduras (35 a 58%)

 Fonte concentrada de energia que provê mais de 50% das necessidades do bebê. Rica em ácidos graxos importantes para o desenvolvimento do cérebro, da retina e dos tecidos nervosos.

 Proteína (5 a 7%)

 Fonte de aminoácidos importantes para o crescimento e desenvolvimento da criança.
 Cálcio e Fósforo  Atuam na formação dos ossos e dentes
 Vitamina A  Envolvida nos processos de crescimento, desenvolvimento visual e integridade do sistema imunológico.
 Ferro                                     Previne a anemia

 

Dicas e curiosidades sobre a amamentação:

 

§         Dê atenção especial aos seios antes do parto: use um sutiã especial e hidrate a pele com óleo de amêndoas ou manteiga de cacau;

§         Os seios começam a secretar um líquido claro ou amarelado a partir da 22ª semana de gestação, o colostro, que será o primeiro alimento do recém-nascido e é muito rico em nutrientes e anticorpos;

§         Existem quatro posições básicas de amamentação, em que variam a posição da mãe e do bebê;

§         A higiene dos seios deve acontecer no banho diário e é proibido o uso de álcool ou água boricada nos mamilos e auréolas;

§         É possível saber se o bebê mama o suficiente nos primeiros dias de vida verificando alguns itens: se a técnica de amamentação está correta, se há um bom esvaziamento de um dos peitos em cada mamada, se o bebê faz xixi pelo menos seis vezes ao dia e se está ganhando de 20 a 30 gramas de peso por dia;

§         Se a mãe está produzindo pouco leite, deve procurar seu médico o mais rápido possível. Isso pode acontecer porque a técnica de amamentação não está correta ou a interação mãe e bebê ainda precisa ser adequada. Essas condições podem ser corrigidas com a ajuda do pediatra. 


Serviço:

Manual de Amamentação

Autores

  • Dr. Alfredo Elias Gilio – Doutor em Pediatria pela Faculdade de Medicina da USP, diretor da Divisão de Clínica Pediátrica do Hospital Universitário da USP e coordenador do Centro de Imunizações e da Clínica de Especialidades Pediátricas do Hospital Israelita Albert Einstein.
  • Dra. Alice D’Agostini Deutsch – Doutora em Pediatria pela Faculdade de Medicina da USP, neonatologista do Berçário Anexo à Maternidade do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP e coordenadora do Berçário do Hospital Israelita Albert Einstein.
  • Dra. Virginia Spinola Quintal – Mestre em Pediatria pela Faculdade de Medicina da USP, coordenadora do Banco de Leite Humano do Hospital Universitário da USP e membro do Departamento de Aleitamento Materno da Sociedade de Pediatria de São Paulo.

Apoio: Support Produtos Nutricionais, empresa do Grupo Danone

Para baixar gratuitamente o Manual de Amamentação,

acesse www.babybag.com.br

Crédito:Cris

Autor:Danubia Teixeira

Fonte:Universo da Mulher