Rio de Janeiro, 25 de Maio de 2022

Orgasmos ´´precoces``. Como eles acontecem?

 
Orgasmos ´precoces`. Como eles acontecem?
 

Aprendendo sobre sua sexualidade, a mulher pode gostar de agir num plano de fantasias sexuais.

Ela pode tentar o exercício de se despir na frente do espelho, como se o estivesse fazendo para um homem.

Em vez de ficar passiva diante do espelho, ela deve tentar fazer poses e se mexer eroticamente, acariciando-se, esquecendo algumas recomendações moralistas que lhes passaram na sua educação.

Ela pode terminar abrindo as pernas e a vulva, estimulando-se e observando o crescimento e a mudança de cor de seus órgãos à medida que fica excitada. Enfim, as práticas são muitas, mas o mais importante é que conheça os estimulos a que reage.

Se provocados por ela mesma, ou aqueles que aparecem meios que involuntários na hora de encostar-se em algo mais volumoso.

No caso dos homens, como se sabe, poucas são as maneiras de atingir esse estágio. Geralmente acontece quando ele fixa uma fantasia e estimula seu órgão ou nas áreas a seu redor.

Do nada o orgasmo não pode vir vem a tona.

Mesmo aqueles inconscientes, quando se está dormindo.

O que não é difícil de acontecer mesmo na fase mais adulta.

No caso da mulher, as coisas são bem diferentes, porque, no momento certo, quase todas as áreas de seu corpo pode provocar um orgasmo. Alguns sexólogos afirmam que toda mulher é capaz de ter orgasmos desde a infância, dependendo da sensibilidade que tem a reagir a determinados estímulos. Muitas aprendem a negar essa capacidade, talvez em decorrência da educação que recebem.

Pode parecer estranho, mas muitas mulheres nem sequer sabem se alguma vez já tiveram orgasmo. Outras, apesar de sentirem esse prazer completo, negam em muitos casos. As que se comportam dessa maneira confirma que, sem desejar, caíram nas próprias armadilhas: de que o sexo é coisa suja, e mesmo que gostem e sintam prazer ninguém vai saber. Prefere guardar tudo para si sem pensar que outras técnicas podem ser bem-vindas até para o seu bem estar interior.

No referido aos orgasmos precoces na mulher, uma em cada três delas afirma que teve desde a infância. Geralmente, eles foram atingidos das mais variadas formas, sem esquecer de citar as masturbações.

Uma lista desses exemplos inclui: o chuveiro, escorregar em um corrimão, balançar em braços de cadeira, lavar a vulva, subir em corda, andar de bicicleta, a cavalo, usar roupas apertadas, movimentos de trens, ônibus, passeios românticos, shows, ouvir música, dançar, reter a urina, sonhando e outros mais.

No entanto, até mesmo as mulheres que tiveram orgasmo desta forma podem levar algum tempo para aprender como chegar ao clímax numa relação sexual. Não significa apenas ´´transar`` que tudo acontece naturalmente. A sociedade, a autoconsciência e a idéia de estar fazendo algo errado as impedem de relaxar o suficiente. Pois há sempre o medo de alguém chegar de repentino, que é o principal deles.

Algumas mulheres chegam ao clímax logo depois de suas primeiras relações sexuais e perdem a capacidade de tê-lo de novo. E uma explicação provável, nesse caso, é que a intensa excitação de suas primeiras experiências foi suficiente para superar as forças negativas, como a ansiedade e a culpa que tendem a opor-se ao orgasmo.

Nessas ocasiões, as forças que levam ao orgasmo e à satisfação completa são maiores que as forças opostas. Depois de um tempo, a excitação diminui e as forças contrárias dominam. Como se tudo passasse a ser automático para ela. O que não é, afinal, tudo tem que ter uma finalidade.

Certas mulheres afirmam que experimentaram o orgasmo pela primeira vez por meia da masturbação, muito nova ainda, bem antes dos 13 ou 14 anos. Outras não estão bem certas se realmente alguma vez chegaram a viver algum tipo de excitação completa.

Muitas dessas mulheres podem se masturbar e não parecem demorar muito tempo para atingi-lo.

Tudo acontece muito rápido, admitindo sentir satisfação depois desse ato. No entanto, ela não tem certeza de que tiveram algo. Com isso, um truque se aloja em sua consciência – a masturbação é permitida, desde que não produza prazer, o que faz com que a masturbação seja negada.

Os exercícios para melhorar o orgasmo feminino são mais complexos, embora diversificado, como dissemos há pouco, mas sua eficiência varia de mulher para mulher.

 

 

Celso Fernandes, jornalista, escritor.

 

http://celsocolunista62.wordpress.com

Crédito:Cris Padilha

Autor:Celso Fernandes

Fonte:Universo da Mulher