Rio de Janeiro, 26 de Novembro de 2020

Dia Universal da Criança

Extrema pobreza impede acesso a direitos na infância

A pobreza extrema atingiu 13,7 milhões de pessoas no Brasil em 2019.

Os dados divulgados, no início de novembro pelo IBGE, mostram uma estabilidade desde 2017, após uma sequência de altas desde 2014.

Porém, esse número pode voltar a crescer em razão da pandemia da Covid-19.

O Banco Mundial estima que a pandemia e a recessão global podem fazer com que mais de 1,4% da população do planeta caia na pobreza extrema.

Essa condição limita o acesso aos direitos previstos na Declaração Universal dos Direitos da Criança, que completa 61 anos neste dia 20 de novembro, Dia Universal das Crianças.

Um dos princípios diz que toda criança terá direito a crescer e criar-se com saúde. Para isto, deve ser proporcionado à criança e à mãe cuidados e proteção especiais, inclusive adequados cuidados pré e pós-natais.

 

Crédito:Luiz Affonso

Autor:Redação

Fonte:Universo da Mulher