Rio de Janeiro, 11 de Abril de 2021

Bichectomia

Nos últimos anos, o Brasil se tornou o país com o maior número de cirurgias plásticas realizadas em mulheres. Com o passar do tempo e o avanço da tecnologia, a ciência mostra diversas formas e procedimentos para melhorar a autoestima de muitas pessoas.

Rinoplastia, lente de contato dental e preenchimento labial são alguns dos serviços mais procurados em clínicas estéticas, e além deles, a bichectomia também vêm ganhando força e buscas no mercado, e é sobre ela que falaremos hoje.

O que é bichectomia?

A bichectomia é um procedimento que visa retirar as bolas de Bichat, que são bolas de gordura que encontram-se na região das bochechas, entre o maxilar e a mandíbula. A pequena cirurgia é recomendada para pessoas que tenham bochechas grandes, e que se incomodem com isso ou vejam que as atrapalha no dia a dia.

O processo se baseia na retirada desse excesso de gordura através de pequenos cortes realizados no interior da boca do paciente. A cirurgia pode levar de 30 minutos a 1 hora, como resultado se obtém um rosto mais fino e harmônico para quem se incomoda com o formato mais redondo.

O valor da cirurgia pode variar bastante, dependendo de fatores como clínica, região, profissional, estrutura e condições que envolvem todo o procedimento.

Um orçamento exato, apenas um profissional pode te passar de acordo com o que você almeja.

Qual profissional pode realizar este procedimento?

A bichectomia é uma cirurgia estética, portanto, o mais recomendado é que você procure um esteticista, dermatologista ou qualquer outro profissional da área para te passar mais informações sobre o processo.

Mas não são apenas eles que podem realizar o procedimento. Um dentista também consegue coordenar este serviço! Pois é, ele também pode conduzir a cirurgia de bichectomia.

Dentista e bichectomia

Por mais estranho que isso possa parecer, é verdade, o dentista também tem propriedade e permissão para realizar este procedimento estético. Como mencionado anteriormente, a pequena cirurgia é realizada na parte interior da boca, portanto, se você possuir um dentista convenio, saiba que essa é uma das áreas de propriedade dele e que a permissão para a realização do procedimento é autorizada.

Independente de quem irá realizar o procedimento, seja ele um esteticista ou dentista, não deixe de procurar bons profissionais e com experiência nesta área. Se for um odontologista, você pode até mesmo solicitar a comprovação de uma formação dele nesta área, para ter certeza de que está tratando com um profissional qualificado.

Se você possui um convenio odontologico, procure saber se há um dentista especializado na área para mais informações e até mesmo realizar o procedimento.

Quais os prós e os contras da bichectomia?

Assim como tudo na vida, a bichectomia também possui lados positivos e negativos, vamos falar sobre eles agora mesmo!

Prós

A bichectomia é um procedimento com uma finalidade estética, ou seja, para fazer a pessoa se sentir mais bonita, portanto, a elevação da autoestima com certeza é um dos pontos positivos do processo.

Saber que um dentista pode realizar o procedimento também é um ponto positivo, pois, não são todas as pessoas que possuem um plano estético com alguma clínica, mas a maioria das pessoas possuem um plano odontologico que pode cobrir este serviço.

Contras

Como falado, a bichectomia é um procedimento estético e irreversível, ou seja, não dá para voltar atrás e nem tentar mudar o resultado final. Por isso, pesquise bem e escolha um bom profissional e clínica para realizar este procedimento.

Tenha certeza e convicção de quem estará realizando o procedimento, invista em um plano estético ou um plano dental empresarial de qualidade para realizar o serviço.

O pós operatório é complicado?

Assim como qualquer outro tipo de cirurgia, a bichectomia não tem um pós-operatório perfeito, mas também não é o mais complicado, se comparado a outros procedimentos estéticos.

É recomendado que o paciente passe os dois primeiros dias após a cirurgia ingerindo apenas líquidos: sopas, papinhas e sucos. Tudo para evitar a ação de mastigar, que pode forçar a região operada e dificultar o processo de recuperação.

Compressas com gelos também são uma boa opção para diminuir o inchaço e aliviar as dores, sem esquecer dos analgésicos e antibióticos que são receitados pelo médico após a operação, eles também são fundamentais.

Considerações finais

Não esqueça de procurar um bom profissional e fazer uma avaliação médica para verificar se está apto a passar pela cirurgia e só mude se realmente sentir vontade e não por imposições sociais ou opiniões alheias. Cuide da sua saúde e bem estar acima de tudo!

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Ideal Odonto, empresa especializada em planos odontológicos com atendimento acessível para devolver o sorriso dos pacientes.

 

Crédito:Luiz Affonso

Autor:Beatriz Estima

Fonte:Universo da Mulher