Rio de Janeiro, 16 de Dezembro de 2017

O autoconhecimento como chave para o sucesso

             Nem sempre é fácil fazer esta autoanálise, mas quando se consegue, um mundo se abre ao nosso redor

 A dificuldade em fazer uma reflexão com o intuito de se conhecer mais a fundo e muitas vezes ter a capacidade de dizer quem sou eu não é uma tarefa fácil de cumprir.

O autoconhecimento faz parte de um processo para o resto da vida. Ou seja, reflete a intenção do homem de buscar, no seu interior, respostas e entendimentos para várias questões de si.

Segundo a consultora e psicóloga Heide Castro, especialista em psicologia organizacional, "Se autoconhecer não é só dizer que se acha bom nisso ou naquilo, mas sim também saber seus limites pessoais.

Perguntas fáceis como: "Qual foi a última vez que me expus? Devo me arriscar? Errei? ou ainda treinamentos específicos da Psicologia Cognitiva - Metacognição que consiste em 'pensar sobre os meus pensamentos e entender as funções cognitivas Input, Desenvolvimento e output `-, Coaching, Terapia, Livros e Teatro, conseguem dar um norte para o que estamos procurando", explica a psicóloga.

Não importa qual seja a sua jornada ou busca, o autoconhecimento deve ser sempre o primeiro passo, para que se tenha um crescimento desejado.

Pense em seus valores, no contexto que está vivendo e em suas possibilidades de escolha. Investir em si mesmo é a melhor coisa a se fazer.

 

Confira algumas dicas para se conhecer melhor:

  - Conversar consigo mesmo, refletir sobre os pensamentos e sentimentos;

  - Não reprimir sentimentos, principalmente os negativos;

  - Seja flexível; aprenda com as dificuldades;

  - Descobrir o que mais o motiva bem como o que desmotiva também;

  - Procure pautar quais foram os seus maiores aprendizados, bem como as suas maiores realizações até o momento;

  - Faça uma lista de desejos do que pretende realizar para curto, médio e longo prazo;

  - Peça um feedback para pessoas próximas em quem se confia para te ajudar a perceber os "pontos cegos" de seu comportamento;

 

  "O autoconhecimento exige uma autoavaliação. É preciso voltar a si mesmo e perceber suas qualidades, seus defeitos, seus limites, o que liga seu sinal de alerta e o que o deixa inseguro. Enfim, abrir as portas para fazer todas as perguntas possíveis e encarar todas as respostas", conclui a consultora Heide Castro.

 

Heide Castro

Psicóloga, Consultora Organizacional e Coach, especialista em Psicologia Organizacional, Intervenção Cognitiva e Coaching Positivo

 

Crédito:Cris De Luc

Autor:Heide Castro

Fonte:Bell Press