Rio de Janeiro, 13 de Julho de 2020

Novo biquíni que é colado no corpo evita problema com as

O Verão é a estação do ano preferida para ir á praia ou piscina para se refrescar e também ideal para as mulheres se bronzearem. Entretanto, as alças que ajudam a fixar o biquíni no corpo, acabam deixando marcas pelo pescoço, costas e quadril. E muitas mulheres principalmente as que trabalham com a aparência evitam essas “marquinhas”.

Pensando em solucionar esse inconveniente, a inventora Lucélia Matos, desenvolveu o “Top Front”, que se trata de um biquíni desenvolvido em silicone, revestido de tecido, que recebe em sua parte superior uma cola especial que fixa no corpo do usuário sem a necessidade de alças ou fitas.

A cola utilizada é especial, portanto mantém seu poder de fixação até mesmo de baixo d´água de piscinas e/ou mares. A estética também não é comprometida, já que o tecido que reveste o “Top Front” pode ser estilizado e do gosto de cada mulher.

Já que dispensa a necessidade de alças, o Top Front, evita o incômodo ao tomar sol, já que o usuário não precisará se preocupar com as marcas indesejadas das alças do biquíni. Segundo a inventora: “Irá facilitar a vida das mulheres que não são adeptas ao top less, e não gostam das marquinhas de biquíni!”.

Parceria – Lucélia Matos já possui patente nacional do produto e agora procura por parceiros e investidores, principalmente da área de moda praia, para colocar o “Top Front” no mercado.

Daniela Mazzei / Bianca Rocha

Crédito:Cristine Cordeiro

Autor:Daniela Mazzei

Fonte:Brasil Sem Alergia