Rio de Janeiro, 02 de Abril de 2020

Terapias naturais auxiliam nos tratamentos de infertilidade

Terapias naturais auxiliam nos tratamentos de infertilidade
Acupuntura, fitoterapia, aromaterapia, homeopatia, reflexologia, shiatsu, ioga e terapia floral são algumas das opções para quem quer aumentar as chances de engravidar. Diversos casais quando unem estas terapias, conhecidas também como complementares, aos tratamentos de reprodução humana, conseguem realizar o sonhado desejo de ter filhos. Esses métodos existem há muitos anos e possuem efeitos benéficos que já foram comprovados em diversos serviços médicos.
 
O especialista em infertilidade Arnaldo Cambiaghi, explica em seu livro, Fertilidade Natural, as vantagens e melhorias que eles trazem à saúde reprodutiva do casal. Contudo, ressalta que não podem ser a única forma de tratamento após diagnosticado o problema. “As terapias complementares devem ser usadas como um auxílio às técnicas existentes, podendo potencializar o sucesso de outros tratamentos. Casais jovens com infertilidade inexplicável também devem utilizá-la como complemento”, declara o médico.
 
A acupuntura, por exemplo, ativa a circulação sanguínea dos órgãos reprodutivos femininos, melhorando a ovulação. Em homens ela pode aumentar a qualidade e quantidade dos espermatozóides. No caso da ioga, a prática de exercícios respiratórios e de postura massageiam os órgãos sexuais e vitalizam o suprimento de hormônios. A aromaterapia revigora a sexualidade e provoca excitação por meio da difusão de aromas naturais no ambiente.
 
As pacientes que recorrem a esses métodos ficam mais calmas e menos ansiosas pela expectativa da gravidez. Pode ser uma boa opção não apenas para quem está tentando ter filhos, mas também para quem deseja preservar a fertilidade e engravidar em um momento propício. Além disso, junto com uma boa alimentação e mudanças no hábito de vida, levam o casal a estar dentro dos padrões ideais para uma gestação.
 
 
 
 
Sobre Arnaldo Cambiaghi
 
Médico especialista em infertilidade do Centro de Reprodução Humana do Instituto Paulista de Ginecologia e Obstetrícia (IPGO) e membro da European Society of Human Reproduction and Embriology e da Sociedade Brasileira de Reprodução Humana. Arnaldo Cambiaghi também ministra aulas, palestras e cursos para profissionais da área e o público em geral, através do Centro de Estudos do Instituto.
 
Autor dos livros Ser ou não ser fértil – eis as questões e respostas (Ed. LaVida Press), e Grávida Feliz, Obstetra Feliz (Ed. LaVida Press), que serão lançados dia 23 de Novembro, na Livraria Saraiva, do Shopping Iguatemi, em São Paulo. Além das obras Fertilidade Natural (Ed. LaVida Press), Fertilização um ato de amor (3ª Edição, Ed. LaVida Press) e Manual da Gestante – Orientações especiais para a mulher grávida (Ed. Madras).

 

Crédito:Fatima Nazareth

Autor:Patrícia Prado

Fonte:LaVida Press