Rio de Janeiro, 10 de Julho de 2020

Depilação com cêra

Expert do Yes diz que cada tipo pele pede uma técnica de depilação diferente

  


 

Para alcançar um bem maior, sacrifícios devem ser feitos!  Este ditado popular cai feito uma luva quando se trata de mulheres e pelos. Responsável por fazê-las perder horas do dia com o objetivo de extirpá-los do corpo e, assim mantê-las seguras e bonitas para encarar os desafios da vida, os pelos são como uma doença crônica – desaparece, mas é sabido que a qualquer momento, pode aparecer. 

Entretanto, a tecnologia hoje remedia esse monstro e deve ser usada como aliada, é o que afirma a depiladora Val Fonseca, do salão Yes, no Jardins, em São Paulo. “As tradicionais depilações com lâmina faz parte do século passado. Há alguns anos a tendência são as depilações a cera. Além de práticas, elas não agridem e nem irritam a pele, e os pelos demoram a crescer, o que não acontecia no método arcaico. Ainda, as ceras costumam hidratar a pele, e evita a obstrução dos pelos”, contemporiza a expert do Yes.  

A cera ideal para a mulher certa

 

Val Fonseca revela que cada tipo de pele pede uma técnica de depilação específica. Algumas mulheres têm a pele sensível, outras nem tanto. Portanto, para não errar na mão, conheça tudo o que a mulher precisa saber sobre depilação:

 

Ceras de Algas: Hidrata e repõem a umidade natural da pele. A temperatura elevada no ponto certo dilata os poros e facilita a retirada dos pelos pela raiz, tornando o procedimento pouco doloroso. O método é eficaz e pode ser realizado para todo tipo de pele. A cada 20 dias é recomendada nova sessão. 

Cera Branca: Conhecida também como cera de jojoba. O produto é importado e a técnica utilizada é nova no mercado. Através de uma corrente de calor, a pele sofre dilatação dos poros, facilitando a remoção dos pelos e diminuindo a sensibilidade da pele.  Esse procedimento é indicado para peles extremamente sensíveis.  

Cera de Mel: O método tradicional com uso de cera caseira, com ingredientes como açúcar e limão. Também é o método mais dolorido, mas com resultados satisfatórios. Após aplicação do produto sobre os pelos, são utilizados papéis descartáveis para ajudar na remoção dos pelos.  

Truques para o antes e pós-depilação 

  • Antes da depilação, é recomendada que a pele esteja limpa, sem resíduos de cremes, óleos;

 

  • No pós-depilatório as mulheres não devem usar hidrantes e óleos a fim de que os poros não sejam obstruídos. Isso evita o surgimento de foliculite (pelos encravados);

 

  • Usar produtos próprios para a pós-depilação;

 

  • Fazer tratamento de esfoliação com produtos específicos a cada 15 dias, garantindo melhor resultado e durabilidade do efeito depilação.

 

Importante: Nunca depilar em casa. Sempre contar com a ajuda de uma profissional especializada.

 

Crédito:Cris Padilha

Autor:Christiane Alves

Fonte:Universo da Mulher