Rio de Janeiro, 23 de Outubro de 2019

Otimista ou não?: Eis a questão! Por Mayara Paz

Há dias em que nosso maior desejo é não ter saído da cama. Não pela preguiça em se levantar, mas pelos acontecimentos que geram em nós a certeza de que um dia tão conturbado poderia não ter saído do papel. Será mesmo?
 
 
Muitas pessoas fazem dos obstáculos um trampolim para algo positivo, outras uma areia movediça que só lhes levam para o fundo. Os problemas sempre existirão, não adianta discutir. Só que existirão também as óticas distintas: a forma de fazê-los diminuir ou aumentá-los. Tudo depende do autor da vida.
 
 
Otimismo e pessimismo. Palavras com significados extremos e poderosos. O que faz de alguém um otimista e um pessimista? O simples olhar para a vida. Quem olha para um prego pode ver um perigo para acidentes, outro vê um suporte para aquele quadro há tempos escondido atrás do sofá. Eis o que os diferencia, o modo de encarar os obstáculos do dia-a-dia.
 
 
Ao final de um dia ruim muitos desejam que ele não tivesse ocorrido, outros preferem encará-lo como uma oportunidade de crescimento. Problemas podem ser simples...problemas ou a chance de aprender com os erros e transformá-los em acertos. Tudo depende do referencial adotado.
 
 
Resta a você decidir como olhar. Seja com óculos, binóculos, lunetas. O importante é limpar bem a lente e olhar sempre para frente. E para um dia que nada deu certo tenha em mente que com certeza outros dias melhores sempre virão.
 
 
 
 
 

Contato: mayarapaz@hotmail.com
Orkut: Mayara Paz

Crédito:Fatima Nazareth

Autor:Mayara Paz

Fonte:Universo da Mulher