Rio de Janeiro, 17 de Agosto de 2017

E os meus sonhos?

E os meus sonhos?
Nós mulheres, apesar de ágeis e pro-ativas, temos em nossa própria natureza o instinto de cuidar, de proteger, de estar presente e muitas vezes, pela dificuldade de conciliarmos a carreira e a família, deixamos de lado nosso sonhos.
 
Dificuldades existem, tempo falta, mas tudo depende de quanto realmente você deseja que seus sonhos se tornem realidade.
 
Nossos sonhos têm grande importância em nossas vidas, pois ao eles que inspiram a criar, nos animam a superar, nos encorajam a conquistar e por estas razões eles não podem ser simplesmente esquecidos e abandonados com as dificuldades que enfrentamos pela vida ser tão turbulenta e corrida.
 
Todas as grandes mudanças na humanidade no campo social, político, emocional, científico e tecnológico surgiram por causa de grandes sonhos e muitos deles foram sonhados e transformados em realidade por mulheres, e estas tinham, com certeza, responsabilidades e dificuldades que as fizeram por muitas vezes adiarem a realização destes, mas elas nunca abandonaram a vontade de fazer acontecer.
 
Creio que as conquistas dependem 50% de inspiração, criatividade e sonhos e 50% de disciplina, trabalho árduo e determinação.
 
Quem quer atingir o sucesso em sua carreira e vida pessoal precisa libertar a criatividade para ser sonhadora e liberdade e coragem para ser empreendedora.
 
Mulheres de sucesso foram e são empreendedoras, estrategistas, persuasivas, amigas do otimismo, sociáveis e observadoras.
 
Para alcançarem seus objetivos elas fizeram e fazem escolhas, traçam metas e as executam com paciência.
 
O que diferencia mulheres que fracassam das que têm sucesso não é só a cultura acadêmica, ou o meio em que vive, ou o dinheiro que tem, mas a capacidade de superação das adversidades da vida.
 
Ao invés de simplesmente deixar-se de lado e culpar os filhos, o marido, o trabalho, ou qualquer outra coisa, por sua falta de sonhos realizados, objetivos e metas e por isso ter uma grande frustração, planeje-se, estipule metas, estude prazos, procure soluções, peça ajuda.
 
Não basta simplesmente tentar, empenhe-se e permita-se conseguir.
 
Você tem uma vida agitada por escolha.
 
Os filhos, a casa, o marido, a profissão foram suas escolhas, logo não precisam ser na sua vida motivo de sofrimento e sim de satisfação.
 
Se você buscar conquistar seus sonhos o mundo não vai desabar, a vida não vai parar, você não vai perder o que tem e o que ama, pelo contrário, por estar feliz e realizada tudo se tornará ainda melhor, porque você estará bem.
 
Reorganize sua vida, suas rotinas e da sua família.
 
Converse com os filhos e marido para que eles entendam a importância disto tudo para você.
 
Algumas coisas serão mudadas para que algo mais faça parte da vida de vocês, mas os hábitos que foram aprendidos também podem ser desaprendidos.
 
Nós mulheres devemos ter VISÃO DE ÁGUIA, devemos “voar” por cima dos detalhes e com a visão ampla percebermos que a grande maioria das coisas tem solução, pois “de cima” podemos ver melhor e saber o que é mais importante.
 
A necessidade e a vontade devem se aliar para superar os obstáculos.
 
Devemos fazer aquilo que pensamos não poder fazer, temos que nos permitir conquistar mais de nós mesmas.
 
Quando a mudança se torna um processo alegre, que trará a sua felicidade e por conseqüência da sua família, o medo desaparece e com ele parte das dificuldades.
 
Busque a realização e a felicidade, pois triste e frustrada você com certeza não trará bons resultados nem na carreira, nem com a família.
 
Como escreveu Augusto Cury:

“Sem sonhos as perdas se tornam insuportáveis,
as pedras do caminho se tornam montanhas,
os fracassos se transformam em golpes fatais.
Mas se você tiver grandes sonhos...
seus erros produzirão crescimento,
seus desafios produzirão oportuniddades,
seus medos produzirão coragem.”
Desejo a vocês, de todo o coração, que aceitem meus conselhos e NUNCA DESISTAM DOS SEUS SONHOS.

 
Visite a coluna de Andréia Guedes acessando aqui
 
 
 
 
 
 
 

Crédito:Andréia Guedes

Autor:Andréia Guedes

Fonte:Universo da Mulher